Agora torcedor, Tchê Tchê se despede do Verdão: Acho que fiz coisas boas

Por Palmeiras Todo Dia em
Negociado com o Dynamo de Kiev, volante fez questão de se despedir formalmente do clube. Contratado sem custos junto ao Audax em abril de 2016, Tchê Tchê chegou ao Palmeiras como aposta mas logo se firmou como titular e acabou virando peça fundamental ao time campeão brasileiro do mesmo ano. Depois de um 2017 onde oscilou bastante, e um início de 2018 também sem conseguir render as boas atuações de outrora, o jogador acabou negociado com o Dynamo de Kiev por 4,8 milhões de euros.

Ao contrário de outros atletas que quando deixam o clube não se despedem formalmente, Tchê Tchê concedeu uma última entrevista coletiva na tarde de terça-feira. A iniciativa foi dele.

"Queria sair da mesma maneira de quando cheguei. Saio contente, acho que fiz coisas boas... Estou bastante feliz. Eu cheguei ao clube de graça, e agora deixei uma boa quantia. É importante e fiz questão de estar aqui para agradecer" disse o agora ex-dono da camisa número 8.

Em seguida Tchê Tchê falou sobre sua passagem no maior campeão do Brasil: "Cheguei com desconfiança como jogador, consegui conquistar título, fiz mais de 100 partidas e não é pouca coisa em um clube grande. Como pessoa eu saio mais maduro, mas com a mesma humildade. Algumas coisas mudam, mas a essência permanece a mesma".

"Ficam coisas boas, felicidades, gratidão a um time que abriu as portas para mim. Só tenho sentimentos bons, estou feliz de estar aqui, fiz questão, porque as pessoas precisam ser gratas pela forma como fui tratado, a aposta que fizeram em mim. Acho que deixo um saldo positivo" completou.

Por fim, o volante afirmou que agora vai ser mais um membro da Família Palmeiras: "Tenho um carinho grande pelo clube. Vou acompanhar, vou ver se arrumo algum canal daqui para acompanhar. Tomara que as coisas corram bem e o Palmeiras consiga conquistar títulos neste ano".